quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Novo processador da Qualcomm promete smartphones com mais bateria

Em um evento realizado nesta quinta-feira, 17, nos EUA, a Qualcomm apresentou sua nova geração de processadores para dispositivos móveis. O Snapdragon 835, concebido em parceria com a Samsung, é o primeiro da empresa a usar uma técnica de fabricação de 10 nanômetros.

A técnica permite que a fabricante multiplique o número máximo de transistores em um chip, trabalhando numa escala que é seis vezes menor do que o diâmetro de um fio de cabelo. Na prática, o Snapdragon 835 é muito menor do que qualquer outro chip para celular.

Isso significa que as marcas de smartphones que usarem o Snapdragon 835, além de terem um dos processadores mais rápidos e potentes do mercado, também terão mais espaço para incluir baterias muito maiores nos celulares. Ou, se preferirem, fabricar dispositivos muito mais finos.

Além disso, o novo chip vem com a quarta geração do sistema Quick Charge da Qualcomm. Segundo a empresa, smartphones equipados com o Snapdragon 835 poderão carregar a bateria mais rapidamente do que nunca. A fabricante diz que uma carga de 5 minutos será suficiente para 5 horas de uso do celular.

Ainda segundo a Qualcomm, o novo Snapdragon ocupa 30% menos espaço na placa-mãe, é 27% mais rápido e gasta 40% menos bateria do que os Snapdragons 820 e 821 - atuais tops de linha da empresa, fabricados usando o método de 14 nanômetros.

Quase todos os principais fabricantes de smartphones Android do mundo usam chips da Qualcomm, como a Motorola, LG, Google e a Samsung, que reveza sua linha de produtos entre processadores Snapdragon e Exynos, de fabricação própria. É provável que os primeiros aparelhos com Snapdragon 835 comecem a surgir já no começo do próximo ano.



Fonte: Olhar Digital


Nenhum comentário :

Postar um comentário